Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2008

Nivelamento de diploma. Você sabe o que é?

Abaixo um documneto oficial, discorrendo sobre nivelamento de diploma. Isto serve para as pessoas que fizeram cursos livres poderem regularizar seus cursos. Para tal deve se dirigir a uma Instituiãop credenciada e pedir o nivelamento.
PARECER HOMOLOGADO(*)
(*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 14/12/2004MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃOCONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

INTERESSADA: Ação Social da Igreja Batista da Lagoinha/Faculdade
Evangélica de Teologia de Belo Horizonte
UF: MG
ASSUNTO: Solicitação de esclarecimento sobre o Parecer CNE/CES 63/2004, que trata do
curso de Teologia, bacharelado
RELATOR: Edson de Oliveira Nunes
PROCESSO Nº: 23001.000140/2004-13
PARECER CNE/CES N.º:
287/2004
COLEGIADO:
CES
APROVADO EM:
6/10/2004
I – RELATÓRIO
Trata de consulta formulada pelo Diretor Geral da Faculdade Evangélica de Teologia –
FATE-BH, mantida pela Ação Social da Igreja Batista da Lagoinha, com sede em Belo
Horizonte/MG, por meio de Ofício de 16 de junho de 2004, protocolado sob o nº
2001.0001…

BORDERLINE, IDENTIFICAÇÃO E SUBJETIVIDADE PÓS-MODERNA

BORDERLINE, IDENTIFICAÇÃO E SUBJETIVIDADE PÓS-MODERNA
Nahman Armony

A grosso-modo pode-se dizer que durante aproximadamente os primeiros 50
anos de psicanálise o neurótico domina a cena psicanalítica e que, de lá para cá, as
chamadas síndromes limítrofes têm ocupado um lugar cada vez maior na clínica e no
pensamento psicanalítico.
Estes conjuntos (neurose e borderline) referem-se a uma patologia inserida em
um tempo, em uma subjetividade. Representam dois períodos: o moderno e o pósmoderno.
São representantes, por assim dizer, patológicos, com uma correspondência na
normalidade. Existe uma normalidade e uma patologia neurótica e uma outra
normalidade e patologia borderline.
Para este dois grupos podemos conceber duas linhas de desenvolvimento
diferentes e independentes, cada uma delas apresentando uma gradação que vai do
patológico absoluto ao normal ideal. Assim pensam alguns autores como Bergeret,
Winnicott e outros. Farei somente uma citação de Winnicott: “Os psicanalistas
experientes concordaria…

Caça ao Terrorista.Trailer.

Caça ao Terrorista traz de volta o personagem de Carlos, o Chacal

Depois de O Chacal, de Michael Caton-Jones, estrelado por Richard Gere, chega aos cinemas brasileiros Caça ao Terrorista (The Assignment), dirigido pelo canadense Christian Duguay, especialista em produções de ação como O Detonador em Alta Voltagem, Assassinos Cibernéticos).


O filme traz três atores que ficaram famosos por se parecerem com alguém

O filme tem como personagem central um oficial da marinha norte-americana extremamente parecido com o famoso terrorista colombiano conhecido como Carlos, o Chacal.

Enquanto estava em férias em Israel, o oficial-sósia é preso de forma equivocada por um agente do Mossad, o serviço secreto israelense.

Por sua semelhança com o terrorista, o protagonista vivido por Aindan Quinn é convocado para uma missão de alto risco, realizada em ação conjunta pelos serviços secretos dos Estados Unidos e de Israel.

Trata-se de um típico filme voltado para o consumo rápido de aficionados …

RESILIÊNCIA.

ResiliênciaRESILIÊNCIAProfessora Sandra Maia Farias Vasconcelos, Dr.Há mais de quarenta anos, a ciência tem-se interrogado sobre o fato de que certas pessoas têm a capacidade de superar as piores situações, enquanto outras ficam presas nas malhas da infelicidade e da angústia que se abateram sobre elas como numa rede engodada. Por que certos indivíduos são capazes de se levantar após um grande trauma e outros permanecem no chamado fundo do poço, incapazes de, mesmo sabendo não ter mais forças para cavar, subir tomando como apoio as paredes desse poço e continuar seu caminho?As experiências e estudos feitos têm mostrado algumas explicações científicas sobre esse fato. A biologia defende o ponto de vista de que cada ser humano é dotado de um potencial genético que o faz ser mais resistente que outros. A psicologia, por sua vez, dá realce e importância das relações familiares, sobretudo na infância, que construirá nesse individuo a capacidade de suportar certas crises e de …

A arte de ser flexível promovendo a resiliência

A arte de ser flexível promovendo a resiliência O conceito de Resiliência não tem sido muito difundido no Brasil em estudos ou produções acadêmicas, embora que na Europa e em certa medida, também na América do Norte exista um número bastante considerável de estudos que o incluem.
Considerando que, dado o seu potencial, é um conceito que pode ser muito significativo para a área da Educação e da Psicologia da Educação, no Brasil.
Com freqüência os meios de comunicação nos informam sobre os altos níveis de ansiedade, estresse tensão que sofrem os seres humanos na atualidade. Ultimamente as depressões os sofrimentos similares, afetam cada dia mais as pessoas.
Os problemas econômicos, de saúde, familiar ou profissional, estão na lista de fatores que incidem diretamente nas condutas negativas de ruína dos indivíduos. As decepções geradas pela incapacidade de resolver as contradições, conduzem o indivíduo ao sentimento de impotência diante as adversidades que lhe são impostas.
Estes …

Viagem ao Centro da Terra - O Filme. Trailler.

Trevor (Brendan Fraser) e seu irmão Max costumavam trabalhar juntos como geólogos, até que Max desapareceu sem deixar vestígios em uma pesquisa na Islândia dez anos atrás. Trevor nunca mais foi o mesmo, assim como seu sobrinho Sean (Josh Hutcherson), agora um problemático e rebelde garoto de 13 anos. Quando surge a oportunidade para visitar o topo da montanha na qual Max desapareceu, Trevor aceita, esperando saber mais sobre o destino do irmão. Mas, como terá de tomar conta de Sean durante o verão, o protagonista não tem escolha a não ser levá-lo junto.


Elenco:Brendan FraserJosh HutchersonAnita BriemGiancarlo CaltabianoGarth Gilker

Direção:Eric BrevigProdução:Beau Flynn
Cary Granat
Charlotte Clay HugginsFotografia:Chuck ShumanTrilha Sonora:Andrew LockingtoDe: ideiadigital

Obrigado por sua visita, volte sempre.

A Verdade, é mutável ou adaptável á realidade de cada um?

ªMago da Luz
De:sadrak7f

ªMago da Luz é participante do Yahoo!Resposta
http://br.answers.yahoo.com/my/profile;_ylt=Asx7ylrPUgti7ct09uuX.TSW7At.;_ylv=3?show=a72a1182c7ce63ca15042a922b8e20f0aa
Obrigado por sua visita, volte sempre.

psicomotricidade.

: qptvv

Obrigado por sua visita, volte sempre.

Globo Repórter Desafios da Educação.

nilsonvoliveira


Obrigado por sua visita, volte sempre.

Emprego de A a Z: F de Formação.

sche2links

Obrigado por sua visita, volte sempre.

Produção de Voz Aspectos Fisiológicos.

graduacaounitins


Obrigado por sua visita, volte sempre.

O que é Sociologia?

graduacaounitins

Obrigado por sua visita, volte sempre.

HISTÓRIA E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO

HISTÓRIA E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO - O DEBATE TEÓRICO METODOLÓGICO A PARTIR DE UMA LEITURA MARXISTA – PRIMEIRAS APROXIMAÇÕES Valdir PicheliDoutorando com pesquisa na área de História da EducaçãoFaculdade de Educação da Universidade Estadual de CampinasINTRODUÇÃOA análise das metodologias explicativas da História e da História da Educação, em particular, constitui um tema crucial. Questões tradicionais dessa ciência, já há algum tempo, foram colocadas sob suspeita, trazendo à tona antigos questionamentos do tipo: constitui a História uma ciência? Pode a escrita histórica revestir-se de objetividade? É possível uma história com pretensões à apreensão da totalidade do fenômeno social? É muito forte hoje, inclusive nos círculos dos historiadores profissionais, a tendência que considera a História escrita sob o rigor da ciência, algo que já se exauriu. Por isso, sua finalidade, antes de se revestir de perspectivas que busquem a compreensão do fenômeno social, hoje teria como pretensão propor…