terça-feira, 16 de outubro de 2012

TEORIA DE LA MODIFICABILIDAD



Teoria da modificabilidade cognitiva estrutural

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A teoria da modificabilidade cognitiva Estrutural (MCE), formulada pelo psicólogo israelense Reuven Feuerstein, baseia-se na premissa de que existe um potencial de aprendizagem a ser desenvolvido por qualquer sujeito, independente de sua idade ou origem étnica ou cultural.
De acordo com Feuerstein, a maioria de nós apresenta uma série de "funções cognitivas deficientes", ou seja, nossos processos mentais raramente operam em um nível ótimo de funcionamento. A partir de uma avaliação adequada, e com o auxílio de instrumentos concretos de apoio psicopedagógico, a grande maioria dos indivíduos torna-se então capaz de desenvolver essas potencialidades.

Referências

  • MEIER, Marcos, GARCIA, Sandra. Mediação da Aprendizagem: contribuições de Feuerstein e Vygotsky. Curitiba: Edição do autor, 2007.


Obrigado pela visita, volte sempre.pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Pragmatismo e Utilitarismo