Pular para o conteúdo principal

Temas para monografia em física.

ACERVO DE MONOGRAFIAS

ANO
BOLSISTA
TEMA / TÍTULO
SIT.
2009
Nilo MoraesA filosofia da ciência de Paul Feyerabend
EA
2009
Maíra Dutra 
EA
2009
Samuel Bezerra 
EA
2009
Raimundo Albenes 
EA
2009
Dhiego Luiz 
EA
2009
Diego Vilar 
EA
2009
Damião Silva 
EA
2009
José Danilo 
EA
2008
C
2008
Laís Régis
C
2008
Gabriel Basso
C
2008
Raimundo AlbenesIsaac Newton
C
2007
C
2007
Weliton Soares
Física dos cristais piezoelétricos
NC
2007
Caio Correia
O Sol como fonte de energia
NC
2007
Fabiano Queiroga
A natureza da luz
NC
2007
José Fernando
Mecânica dos fluidos
NC
2007
David Gayo
Buracos negros
NC
2007
José Geilson
Cristais líquidos
NC
2007
Jonas Romero
Entropia
NC
2007
Manoel Galdino
A caracterização das estrelas
NC
2007
Gilson FranciscoFourier
NC
2006
Caio CorreiaO campo magnético da Terra
C
2006
 Mariel de Andrade 
C
2006
 Mirleide Dantas 
C
2006
 Leandro Alex Buracos negros
NC
2006
Weliton Soares  Computação quântica
C
2006
 Fabiano Queiroga Simetria
C
2006
 Lincoanderson Dantas Relatividade
NC
2006
 José Fernando Massa e energia: de Newton a Einstein
C

Legenda da Situação da Monografia (SIT.)
  • C - Concluído
  • NC - Não Concluído
  • EA - Em Andamento
http://www.fisica.ufpb.br/~pet/monografias.htm

TEMAS PARA MONOGRAFIA

Profa. Dra. Ângela Klautau (aklautau@ufpa.br)
· Magnetismo
· Desenvolvimento de material didático para o Ensino Médio envolvendo Experimentos Demonstrativos

Prof. Dr. Danilo Teixeira Alves (danilo@ufpa.br)
·  Aplicações de computação algébrica ao ensino de Física Matemática no Ensino Básico

Prof. Dr. Elinei Pinto dos Santos (elinei@ufpa.br)
· Controle de Caos
· Sincronização de Caos
· Redes de mapas não lineares
· Desenvolvimento de material didático pedagógico para o Ensino Médio  envolvendo a questão ambiental
· Epidemiologia Matemática (simulação em doenças infecto-contagiosas)

Prof. Dr. João Felipe (jfmn@ufpa.br)
· Supercondutividade
· Vórtices
· Física Computacional

Prof. Dr. Jorge Castiñeiras Rodríguez (jcastin@ufpa.br)
· Geração de Buracos Negros em aceleradores de partículas e as suas conseqüências
· Análogos de Buracos Negros em fluidos.
· Forças análogas às de Casimir em fluidos.

Prof. Dr. Luis Carlos Bassalo Crispino (crispino@ufpa.br)
· Relatividade e Gravitação.
· Ensino de Física por meio de Experimentos Demonstrativos

Prof. Dr. Marcelo Lima (mclima@ufpa.br)
· Cosmologia – O “problema” da expansão acelerada
· Ondas Gravitacionais: janela para o futuro na astrofísica e cosmologia
· Eletromagnetismo de Weber versus Eletromagnetismo de Maxwell (ou ação instantânea versus ação mediada por um campo)
· Reação de Radiação na teoria de partículas e campos

Prof. Dr. Marco Antônio Cunha Machado (macm@ufpa.br )
· Espalhamento Raman em materiais cerâmicos (experimental)
· Espalhamento Raman em altas pressões (experimental)
· Espalhamento Raman com variações de temperatura (experimental)
· Espalhamento Raman teórico

Prof. Dr. Petrus Alcântara Junior (petrus@ufpa.br)
· Buckyballs e nanotubos de carbono: aplicações à biotecnologia na Amazônia (prospecção científica)
· Banco de dados sobre propriedades óticas de óleos vegetais (experimental)
· Efeito fotoelétrico em moléculas de b-caroteno (experimental)
· Fiat lux: as origens da luz (material didático)

Prof. Dr. Sanclayton Moreira (sanclayton@ufpa.br)
· Atacar problemas de interesse como: fármacos, cosméticos, novos materiais.
· Estudar a dinâmica de formação dos compostos nas plantas
· Estudar as Propriedades Físicas de óleos vegetais – Ampliar para materiais sólidos.
· Indicação de aplicação

Prof. Dr. Sérgio Vizeu (svizeu@ufpa.br)
· Impactos Tecnológicos da Teoria Quântica na Sociedade Contemporânea
· A Historia dos Conceitos da Teoria Quântica
· Uma Proposta para o Ensino de Conceitos da Teoria Quântica no Ensino Médio Praticas Docentes no Ensino Médio via Experimentos de Baixo Custo
· O Ensino da Física e a Pratica Experimental em Sala de Aula

Profa. Dra. Silvana Perez (silperez@ufpa.br)
· As bases teóricas da Teoria Quântica de Campos
· A Física além do modelo Padrão e o LHC/CERN
· LHC: o maior acelerador de partículas já feito

Prof. Dr. Van Sérgio Alves (vansergi@ufpa.br)
· Quebra Espontânea de Simetria e Mecanismo de Higgs
· O ensino de Física por meio de experimentos de baixo custo
· O Cérebro como um computador quântico: uma introdução ao modelo de Penrose e Hameroff


Monografias de "Física"

Obrigado pela visita, volte sempre.

Postagens mais visitadas deste blog

Carta de intenção Especialização: MODELOS DE CARTAS DE INTENÇÕES

A carta de intenção deve ser endereçada a coordenação do curso de especialização de interesse do candidato enfatizando os seguintes pontos: 

1) Identificação do candidato: Nome e formação universitária. 
2) Breve introdução sobre conhecimentos relacionados ao curso. 
3) Experiência acadêmica ou profissional na área de abrangência do curso, se houver. 
4) Interesse pessoal do candidato na área. 
5) Possibilidades de aproveitamento do curso em sua atuação profissional. 
6) Expectativas em relação ao curso. 

Obs.: A carta deve ser desenvolvida em no máximo 30 linhas. 

Estas regras eu não acredito que tenham que ser seguidas a risca. Vai do bom senso. 
O candidato deverá elaborar um documento, tendo no máximo duas laudas, escrito em Arial (tamanho 12) e espaço 1,5 entre as linhas >> 
A Carta de Intenção deverá conter as seguintes informações: 
1-Os motivos de ordem profissional e intelectual que o motivaram a candidatar-se, e qual a sua perspectiva com relação ao curso. 
2-Experiência acadêmica…

Planos de Aula: Educação Física de 1ª à 4ª série do ensino fundamental.

Planos de Aula
CONTEXTUALIZAÇÃO Para que se compreenda o momento atual da Educação Física é necessário considerar suas origens no contexto brasileiro, abordando as principais influências que marcaram e caracterizaram esta disciplina e os rumos que se delinearam. No passado a Educação Física esteve estreitamente vinculada às instituições militares e à classe médica. Esses vínculos foram determinantes, tanto no que diz respeito à concepção da disciplina e suas finalidades quanto ao seu campo de atuação e à forma de ser ensinada. Por suas origens militares e por seu atrelamento quase servil aos mecanismos de manutenção vigente na história brasileira, tanto a prática como a reflexão teórica no campo da Educação Física, restringiram os conceitos de corpo e movimento (fundamentos de seu trabalho) aos seus aspectos fisiológicos e técnicos. Atualmente, a análise crítica e a busca de superação dessa concepção apontam a necessidade de que, além daque…

Gêneros Orais e escritos na escola” DOLZ , J. e SCHNEUWLY, B. (resumo)

Gêneros e Progressão em Expressão Oral e Escrita. Elementos para reflexões sobre uma experiência suíça (francófona). In “Gêneros Orais e escritos na escola”DOLZ , J. e SCHNEUWLY, B.
Este livro reúne um conjunto de nove artigos de Schneuwly, Dolz e colaboradores, traduzidos e organizados por Rojo e Cordeiro, cuja análise centra-se no texto como “a base do ensino-aprendizagem de língua portuguesa.” (p.7).
1 - Apresentação: Gêneros Orais e Escritos como objetos de ensino: modo de pensar, modo de fazer. Foi na década de 1980, no Brasil, que estudos e práticas pedagógicas começaram a serem desenvolvidas tendo o texto como fundamento. De lá para cá, o texto, na maioria das vezes, vem sendo tomado como um objeto empírico através do qual se efetivam práticas de leitura, análise lingüística e produção de textos. Inserindo-se no rol de estudiosos do tema que criticam essa abordagem limitada do uso do texto, as organizadoras esclarecem que, a partir do século XXI, novas pesquisadas vêm sendo produz…