Pular para o conteúdo principal

10 Brinquedos que EDUCAM!


10 Brinquedos que EDUCAM!

BLOCOS DE MONTAR


Para crianças a partir dos 3 anos, dependendo do tamanho do material
Essas peças maleáveis ou sólidas que se encaixam e formam estruturas – casinhas, prédios etc -, além de divertidas, contribuem para o desenvolvimento do raciocínio lógico e de alguns valores. “Favorecem a concentração, a coordenação motora, a interação, a descoberta, a fala e até mesmo o desenvolvimento das regras”.

DAMAS

Para crianças a partir dos 8 anos
Um dos jogos de tabuleiros mais populares do mundo, o jogo de damas desenvolve, entre outras coisas, noções de estratégia. “Brincando se estimula a concentração, o desenvolvimento de regras e respeito ao oponente, trabalha-se o raciocínio lógico, a solução de problemas e a linguagem oral”.

IOIÔ

Para crianças a partir dos 6 anos, dependendo do tipo de objeto
Constituído por dois discos e uma corda que estica e se enrola, o ioiô é um dos brinquedos mais antigos da história. “O brinquedo desenvolve concentração, coordenação motora e até criatividade - dependendo dos malabarismos que as crianças criarem com o ioiô”.

PIÃO

Para crianças a partir dos 7 anos (piões musicais podem ser oferecidos à crianças a partir de 1 ano, porém com fieira)
Uma peça cilíndrica – geralmente de madeira ou de plástico – que gira em seu próprio eixo, impulsionada pelo desenrolar de uma corda em seu corpo. Um dos brinquedos mais populares na América latina, o pião desenvolve mais do que habilidades motoras e não é necessariamente uma atividade individual. “A brincadeira trabalha a concentração, coordenação motora, respeito às regras, experimentação, descoberta, socialização”.

CINCO MARIAS OU JOGO DAS PEDRINHAS

Para crianças a partir dos 4 anos
Cinco saquinhos de areia ou de arroz ou mesmo cinco pedrinhas. Jogue um para o alto e tente pegar os outros antes que o arremessado caia. O ‘malabarismo’ é divertido e um bom treino para a cabeça. “Por meio dessa brincadeira as crianças treinam a concentração, a coordenação motora, a criação e o respeito às regras, a linguagem, a socialização, o raciocínio lógico e a possibilidade de experimentação”.

XADREZ

Para crianças a partir dos 10 anos
Geralmente associado aos adultos, o jogo de xadrez pode ser muito interessante e construtivo para as crianças. “O xadrez trabalha a concentração, o raciocínio lógico, a resolução de problemas, o desenvolvimento e o respeito às regras e a socialização”.

BONECOS

Para crianças de qualquer idade, dependendo do tamanho do material em relação à idade
Brincar com representações humanas ajuda no estabelecimento de noções fundamentais para a vida em sociedade. “Os bonecos permitem que as crianças representem papéis sociais, lidem com a possibilidade de erro, façam descobertas e desenvolvam a linguagem".

CARRINHOS

Para crianças a partir dos seis meses de idade, dependendo do tamanho do brinquedo
Assim como os bonecos, as representações de automóveis (aviõezinhos, caminhões, etc) ajudam as crianças a assimilarem regras sociais. “Brincadeiras com miniaturas de automóveis estimulam a representação do mundo técnico e social, a representação de papéis e de regras e desenvolvem a linguagem nas crianças”.

INSTRUMENTOS MUSICAIS

Desde recém-nascido
Crianças costumam ficar fascinadas com música. Colocá-las em contato com instrumentos desde cedo desenvolve não só habilidades musicais. “Por meio da música a criança treina a concentração, a audição e a criatividade”.

Por: Maria Ângela Barbato Carneiro, professora da faculdade de Educação da PUC-SP.



Obrigado pela visita, volte sempre.

Postagens mais visitadas deste blog

Carta de intenção Especialização: MODELOS DE CARTAS DE INTENÇÕES

A carta de intenção deve ser endereçada a coordenação do curso de especialização de interesse do candidato enfatizando os seguintes pontos: 

1) Identificação do candidato: Nome e formação universitária. 
2) Breve introdução sobre conhecimentos relacionados ao curso. 
3) Experiência acadêmica ou profissional na área de abrangência do curso, se houver. 
4) Interesse pessoal do candidato na área. 
5) Possibilidades de aproveitamento do curso em sua atuação profissional. 
6) Expectativas em relação ao curso. 

Obs.: A carta deve ser desenvolvida em no máximo 30 linhas. 

Estas regras eu não acredito que tenham que ser seguidas a risca. Vai do bom senso. 
O candidato deverá elaborar um documento, tendo no máximo duas laudas, escrito em Arial (tamanho 12) e espaço 1,5 entre as linhas >> 
A Carta de Intenção deverá conter as seguintes informações: 
1-Os motivos de ordem profissional e intelectual que o motivaram a candidatar-se, e qual a sua perspectiva com relação ao curso. 
2-Experiência acadêmica…

Você sabe, o que é Apostilamento de diploma. (CNS/CES).

Gostaria de falar com os estudantes de pedagogia como eu, que existe o apostilamento de diplomas. Uma vez na aula de legislação educacional, nosso professor falou sobre o apostilamento de diplomas. Mas o que vem a ser este ato.
Apostilamento de diplomas
É o registro feito no diploma quando o aluno apresenta conclusão de estudos adicionais.
O apostilamento de estudos adicionais de cursos concluídos antes da Lei Federal n.º 7044/82, deve ser feito pela Secretaria de Estado de Educação.
O apostilamento de estudos adicionais em diplomas de cursos concluídos depois da Lei Federal n.º 7044/82, deve ser feito pela escola que ofereceu o curso.
Documentos necessários: Diploma, histórico escolar.
Endereços das Superintendências

Apostilamento de Diploma Pedagogia
Vamos dar um ex.: Você que cursou bacharelado em pedagogia, pela nova lei de diretrizes, se você passar em um concurso público para a vaga de professor não poderá assumir o cargo. Gostaria de contar um caso verídico que aconteceu comigo.
Eu part…

Planos de Aula: Educação Física de 1ª à 4ª série do ensino fundamental.

Planos de Aula
CONTEXTUALIZAÇÃO Para que se compreenda o momento atual da Educação Física é necessário considerar suas origens no contexto brasileiro, abordando as principais influências que marcaram e caracterizaram esta disciplina e os rumos que se delinearam. No passado a Educação Física esteve estreitamente vinculada às instituições militares e à classe médica. Esses vínculos foram determinantes, tanto no que diz respeito à concepção da disciplina e suas finalidades quanto ao seu campo de atuação e à forma de ser ensinada. Por suas origens militares e por seu atrelamento quase servil aos mecanismos de manutenção vigente na história brasileira, tanto a prática como a reflexão teórica no campo da Educação Física, restringiram os conceitos de corpo e movimento (fundamentos de seu trabalho) aos seus aspectos fisiológicos e técnicos. Atualmente, a análise crítica e a busca de superação dessa concepção apontam a necessidade de que, além daque…