Pular para o conteúdo principal

Tatuagem: evite riscos de arrependimento e de saúde




Tatuagem: evite riscos de arrependimento e de saúde
ImprimirE-mail
De acordo com matéria publicada no Jornal Maringá on-line, em 2008, o Sindicato dos Estúdios de Tatuagem e Body Piercing de São Paulo (Setap) estimava a existência de 25 milhões de pessoas tatuadas no Brasil.
Adilson Stadler, responsável pelo evento Tattoo Pro, uma feira de tatuagem do Sul do Brasil, conta que durante três dias de evento no ano passado mil e cem pessoas fizeram tatuagens. O organizador afirma que a expectativa para esse ano é superar essa marca.
Mas se você pretende fazer uma tatuagem é preciso estar atento a dois aspectos importantes: o primeiro está vinculado à própria decisão de fazer a tatuagem, pois é preciso sempre levar em conta que estará marcando sua pele para vida toda, considerando que o processo de remoção, atualmente, é caro e complicado. O segundo, não menos importante que o primeiro, é ficar atento para não gerar nenhum dano a sua saúde.
De acordo com um estudo norte-americano realizado em 2006, publicado no site Banco de Saúde, os principais motivos que levam as pessoas a fazer uma tatuagem são: se sentir únicas (44%); se sentir independente (33%) e chamar a atenção para uma determinada experiência de vida (28%). Entretanto, essa mesma pesquisa revelou que muitas pessoas querem remover suas tatuagens principalmente porque enjoaram, sentem vergonha, sofrem preconceito ou não conseguem usar determinados tipos de roupa. Outro dado relevante evidenciado pelos pesquisadores é que muitos indivíduos “mudaram sua identidade” e queriam remover suas tatuagens porque elas não combinavam mais com quem essas pessoas são atualmente.
Para que você não faça parte da estatística das pessoas que se arrependem e sofrem com isso é recomendável: conversar com pessoas de faixa etária diferente que tenham tatuagem antes de tomar a decisão; pesquisar bastante sobre tipos de tatuagem e analisar com cuidado o que você gostaria de fazer e evitar nomes de namorado (a), marido (a) ou qualquer outro tipo de frase que possa causar algum tipo prejuízo emocional com o passar do tempo.
No que se refere aos cuidados de saúde é primordial escolher um profissional experiente, que use luvas e equipamento esterilizado, utensílios descartáveis e que já tenha realizado trabalhos que você conheça e tenha gostado. Observe se o estabelecimento é limpo e possui boa estrutura. Lembre-se que um trabalho bem feito não costuma ser barato.
Verifique se os produtos como  tintas nacionais e importadas, os aparelhos,  as agulhas e  outros acessórios usados para fazer a tatuagem têm o registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), pois produtos  de má qualidade podem causar problemas à saúde como alergias, intoxicação e doenças.
É importante também observar se o estabelecimento no qual será feita a tatuagem possui autorização de funcionamento expedida pela Secretaria Municipal ou Estadual de Saúde e pela Vigilância Sanitária. Estabelecimentos e produtos com problemas devem ser denunciados à Vigilância Sanitária mais próxima do consumidor.
Denúncias podem se feira pelo e-mail:  ouvidoria@anvisa.gov.br
Pedidos de informação podem ser feitos  para a Central de Atendimento da Anvisa – 0800 642 9782. Disque Saúde 0800 61 1997.
Bianca Reis do Portal do Consumidor

Fonte: http://portaldoconsumidor.wordpress.com


http://www.brasilsus.com.br/noticias/9-principais/106054-tatuagem-evite-riscos-de-arrependimento-e-de-saude.html


Obrigado pela visita, volte sempre.

Postagens mais visitadas deste blog

Carta de intenção Especialização: MODELOS DE CARTAS DE INTENÇÕES

A carta de intenção deve ser endereçada a coordenação do curso de especialização de interesse do candidato enfatizando os seguintes pontos: 

1) Identificação do candidato: Nome e formação universitária. 
2) Breve introdução sobre conhecimentos relacionados ao curso. 
3) Experiência acadêmica ou profissional na área de abrangência do curso, se houver. 
4) Interesse pessoal do candidato na área. 
5) Possibilidades de aproveitamento do curso em sua atuação profissional. 
6) Expectativas em relação ao curso. 

Obs.: A carta deve ser desenvolvida em no máximo 30 linhas. 

Estas regras eu não acredito que tenham que ser seguidas a risca. Vai do bom senso. 
O candidato deverá elaborar um documento, tendo no máximo duas laudas, escrito em Arial (tamanho 12) e espaço 1,5 entre as linhas >> 
A Carta de Intenção deverá conter as seguintes informações: 
1-Os motivos de ordem profissional e intelectual que o motivaram a candidatar-se, e qual a sua perspectiva com relação ao curso. 
2-Experiência acadêmica…

Você sabe, o que é Apostilamento de diploma. (CNS/CES).

Gostaria de falar com os estudantes de pedagogia como eu, que existe o apostilamento de diplomas. Uma vez na aula de legislação educacional, nosso professor falou sobre o apostilamento de diplomas. Mas o que vem a ser este ato.
Apostilamento de diplomas
É o registro feito no diploma quando o aluno apresenta conclusão de estudos adicionais.
O apostilamento de estudos adicionais de cursos concluídos antes da Lei Federal n.º 7044/82, deve ser feito pela Secretaria de Estado de Educação.
O apostilamento de estudos adicionais em diplomas de cursos concluídos depois da Lei Federal n.º 7044/82, deve ser feito pela escola que ofereceu o curso.
Documentos necessários: Diploma, histórico escolar.
Endereços das Superintendências

Apostilamento de Diploma Pedagogia
Vamos dar um ex.: Você que cursou bacharelado em pedagogia, pela nova lei de diretrizes, se você passar em um concurso público para a vaga de professor não poderá assumir o cargo. Gostaria de contar um caso verídico que aconteceu comigo.
Eu part…

Planos de Aula: Educação Física de 1ª à 4ª série do ensino fundamental.

Planos de Aula
CONTEXTUALIZAÇÃO Para que se compreenda o momento atual da Educação Física é necessário considerar suas origens no contexto brasileiro, abordando as principais influências que marcaram e caracterizaram esta disciplina e os rumos que se delinearam. No passado a Educação Física esteve estreitamente vinculada às instituições militares e à classe médica. Esses vínculos foram determinantes, tanto no que diz respeito à concepção da disciplina e suas finalidades quanto ao seu campo de atuação e à forma de ser ensinada. Por suas origens militares e por seu atrelamento quase servil aos mecanismos de manutenção vigente na história brasileira, tanto a prática como a reflexão teórica no campo da Educação Física, restringiram os conceitos de corpo e movimento (fundamentos de seu trabalho) aos seus aspectos fisiológicos e técnicos. Atualmente, a análise crítica e a busca de superação dessa concepção apontam a necessidade de que, além daque…