ABAIXO OS SEGUIDORES DESTE BLOG OBRIGADO POR ACOMPANHAR NOSSO BLOG.

Seguidores

segunda-feira, 3 de março de 2014

O Ato de Estudar e Aprender -


 
25/04/2007 Elisete Oliveira Santos Baruel e Sheila Cristina de Almeida e Silva Machado

Em função dos comentários recebidos dos meus caros leitores, vejo-me na obrigação de fazer uma pergunta. Estamos educando nossos filhos para o mundo ou para nós mesmos? Todos nós fomos concebidos e depois acostumados a viver num ambiente totalmente protegido.
Com esse artigo estamos iniciando a publicação de uma série de textos com orientações sobre o ato de estudar e aprender. Temos a intenção de contribuir com os professores e alunos, acreditando que os conteúdos apresentados possam ser úteis, oferecendo algumas dicas de como estudar e aprender. Para sensibilizar e motivar quanto ao tema, apresentamos a seguir um texto de autoria do professor Celso Antunes.
Ser Respeitado em sua Casa e na Escola
Regra número 1
O que é ser feliz?
- Ser feliz é poder fazer tudo aquilo que a gente gosta. Provavelmente deve ter sido mais ou menos esta a sua resposta. Foi ou não?
Caso tenha sido, você colocou as palavras certas em uma ordem errada. E por esse motivo, provavelmente, vai ter muita dificuldade para descobrir a felicidade.
Experimente pensar bem nesta resposta:
- Ser feliz é gostar daquilo que se tem de fazer.
Se você olhar bem as duas respostas, perceberá que existe entre elas uma diferença mais que importante, uma diferença essencial: a felicidade não vem de um instante mágico de uma sorte colossal, mas do dia-a-dia, das pequenas coisas que representam nosso desafio, nossas tarefas.
Para ser respeitado em sua casa e em sua escola você precisa gostar muito de si mesmo, das coisas que o cercam, das tarefas que precisa cumprir. Essa é, realmente, uma grande jogada.
Aprenda a gostar, mas gostar mesmo, das coisas que deve fazer e das pessoas que o cercam. Em pouco tempo descobrirá que a vida é muito boa e que você é uma pessoa querida por todos.
Não é difícil experimentar.
Gostar muito, mas bastante mesmo, de você e das coisas que precisa fazer todos os dias.
Professor Celso Antunes.
Mas o que é Estudar e Aprender?
Vamos às definições segundo o Aurélio:
Estudar - Aplicar a inteligência para aprender, para saber, ou adquirir instrução ou conhecimentos, dedicar-se à apreciação, análise ou compreensão de; procurar fixar na memória; freqüentar o curso de; exercitar-se, ser estudante, ser estudioso, aprender a conhecer-se; observar-se e analisar-se.
Aprender - Tomar conhecimento de, tornar-se apto ou capaz de alguma coisa, em conseqüência de estudo, observação e experiência.
Diante das definições apresentadas, percebemos que para estudar e aprender é necessário disposição, vontade, desejo e dedicação.
Percebemos que as ações estão intimamente relacionadas, resultando em crescimento intelectual, social e afetivo, culminando na formação de seres humanos mais competentes e atuantes.
A seguir, orientações para aqueles que pretendem estudar e aprender com prazer, reconhecendo que o conhecimento é um bem valioso, capaz de transformar realidades e superar as barreiras que impedem a igualdade de condições para todos.
1 - A importância do Estudo
O estudo que já era uma atividade presente na vida de todos nós, passa a ter sua importância redobrada, não sendo possível, hoje em dia, abrir mão das oportunidades de aprendizagem.
2 - Condições Físicas
O ambiente de estudo deve ser bem iluminado, arejado e silencioso; antes de iniciar o estudo, providenciar todo o material que vai precisar.
3 - Como organizar o tempo de estudo?
A prática correta é estudar um pouco todos os dias.
4 - Como tornar mais produtivo o estudo?
  • Estudar mais a área do conhecimento que menos gosta.
  • Distinguir “não gostar do professor” de “não gostar do conteúdo apresentado pelo professor”.
  • O medo da avaliação atrapalha o estudo. Não estudar por nota, mas estudar porque irá aprender mais.
  • Ninguém aprende nada sem se interessar. Procurar criar interesse.
  • Caso esteja com problemas pessoais, não se culpar por não conseguir estudar.
  • Procure aconselhar-se com alguém.
  • Não estudar em seqüência as áreas do conhecimento parecidas, uma pode atrapalhar a outra. Intercalar Português com Matemática, Ciências com História.
  • Fazer da escola um lugar de orientação, estudar mesmo é o que se faz por conta própria (dentro e fora da escola).
  • Organizar um horário não só para o estudo, mas para todas as atividades.
  • Fixar o lugar e as horas em que estuda.
  • Nas áreas do conhecimento como: matemática, português, inglês, física, química o ideal é refazer as atividades dados em sala, somente praticando é que temos certeza de que sabemos fazer.
  • Já nas áreas do conhecimento como: história, geografia, biologia, ciências temos que esquecer a “decoreba”, o importante é entender a idéia do conteúdo apresentado. Uma dica é fazer um resumo do conteúdo apresentado no mesmo dia da explicação do professor, com isso você irá organizar suas idéias e ajudará na compreensão.
  • Estudar antecipadamente só traz benefícios: você não precisa se preocupar com a avaliação que será no dia seguinte e poderá estudar com calma; terá tempo para tirar as dúvidas com os professores na medida em que elas forem aparecendo e o resultado com certeza será muito mais eficiente.
5 - Horário de estudo
Aqueles que obtêm bons resultados nas avaliações não estudam necessariamente mais tempo do que aqueles que não conseguem. O segredo está em descobrir qual é a forma mais eficiente de estudar. O que importa é a qualidade do estudo e não apenas a quantidade de horas estudadas.
Algumas dicas para elaborar melhor o horário de estudos:
  • Reservar pelo menos duas horas de estudo diário.
  • Procurar estudar os conteúdos apresentados pelo professor o mais cedo possível após a aula.
  • Fazer um intervalo de dez minutos a cada 50 minutos de estudo.
  • Estudar primeiramente os conteúdos mais difíceis.
  • Ao estudar um conteúdo, desligar-se das demais.
  • Não esperar sentir vontade para começar a estudar na hora marcada.
  • Seguir o plano de estudo até formar o hábito.
  • Procurar estudar alternadamente conteúdos onde haja mais ou menos dificuldade.
  • Utilizar o domingo como dia de descanso, no máximo usá-lo para a leitura.
  • Não esquecer de deixar espaço para o lazer, diversão faz muito bem.
Referência Bibliográfica:
RIBEIRO, Marco Aurélio. A técnica de Estudar. Rio de Janeiro: Editora Vozes.
Elisete Oliveira Santos Baruel
Pedagoga e Relações Institucionais do Portal Planeta Educação; Especialização Pedagógica na Área da Aprendizagem (USP); Extensão Universitária do Programa de Filosofia para Crianças (UNITAU); Especialização em Gestão em Educação e Novas Modalidades de Ensino.


Sheila Cristina de Almeida e Silva Machado
Graduada em Pedagogia; Especializada em Orientação Educacional; Pós - Graduada em Psicopedagogia; Atua como Orientadora Educacional no Instituto de Educação Renascença.

http://www.planetaeducacao.com.br/portal/artigo.asp?artigo=853

Obrigado pela visita, volte sempre.
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...