Pular para o conteúdo principal

O que é paisagem, território e lugar geográficos?


1 lugar, território, espaço e paisagem from Fernanda Lopes


Assunto: LUGAR, REGIÃO e TERRITÓRIO



Objetivos da aula:

- Compreender os conceitos de lugar, região e território e suas importancias no estudo dos fenômeno geográficos;


- Relacionar espaço cotidiano, ao conceito de lugar como base fundamental para a existência humana;


- Compreender que o conceito de Região está associado a ideia de uma porção especifica do espaço geográfico que está correlacionado com continuidade e contiguidade definido e delimitado por e a partir de características semelhantes, que podem ainda variar conforme as escolas geográficas;


- Entender que o conceito deTerritório é um espaço definido e delimitado por e a partir das relações de poder, dominação e conquista que nele se instalam.

Olá pessoal! Tudo bem? Hoje vamos dá continuidade ao assunto estudado, ou pelo menos iniciado na semana passada. Trata-se das categorias geoespaciais. Na aula passada aprendemos diferenciar: Paisagem de espaço geográfico . Nessa aula vamos conhecer mais algumas categorias geoespaciais: LUGAR, REGIÃO e TERRITÓRIO

Então vamos lá!!!

Iniciaremos a nossa aula com o conceito de LUGAR.
O que é Lugar? Numa palavra: podemos dizer que lugar é o e espaço cotidiano.
E o que é que eu entendo por espaço cotidiano?
Você sabe?
Podemos dizer que ele é a porção da superfície terrestre que nos é familiares, que faz parte da nossa vida, que nos dá identidade própria e nos permitem estabelecer relações com lugares diferentes no resto do mundo.

DESSA FORMA:
É o espaço base da reprodução da vida (vivência afetiva) e pode ser analisado pela tríade:
Habitante - identidade- lugar.

Nesse sentido, lugar é a porção do espaço apropriado(apropriação) pela e para vida humana, que é o espaço vivido, experimentado, reconhecido e concebido como próprio de cada indivíduo e no qual o ser humano cria identidade como individuo cultural e se e relaciona com os outros indivíduos e grupos de uma mesma cultura através de laços afetivos com esses seus iguais culturalmente.

Assim o conceito de lugar, está ligado à relação HOMEM/AMBIENTE, e ele é portanto, a base fundamental para a existência humana como, experiência ou “centro de significados” , isto é, o centro onde são experimentados os eventos mais significativos de nossa existência : o viver e o habitar, o uso e o consumo, o trabalho e o lazer etc..

Vamos agora ver e analisar o conceito de Região

Bem! REGIÃO é uma área (porção do espaço geográfico) que foi separada, através de um critério, por possuir semelhança em comum.

Exemplificando:

- Região Sudeste do Brasil;
- Região do Vinho na França.
- Região da serra da Ibiapaba no Ceará
- Região do Euro na Europa. Etc..

Isto é, é um porção do espaço geográfico que está correlacionado com continuidade e contiguidade (vizinhança), possuindo delimitação e características semelhantes, que podem ainda variar conforme as escolas geográficas.
Por último falaremos do conceito de Território. Bem! o que é um território?
Território é um espaço definido e delimitado por e a partir das relações de poder, dominação e apropriação que nele se instalam.

OBS.: Lembres-se que Região é diferente de Território
Por que?

Veja que agora já não estamos mais falando da divisão simples com o natural, mas sim de uma divisão com a noção de divisão social.

Exemplificando:
São exemplos clássicos de demarcação de território:
- a cerca (agropecuária)
- e o muro Indústrias e residência

Concluindo:
Então TERRITÓRIO é a relação entre os agentes sociais, políticos e econômicos interferindo na gestão do Espaço Geográfico, pelo Poder, seja uma dominação material (terra) ou simbólica ( cultural).



Assim o conceito de território está ligado noção de poder, dominação e conquista. O território é todo espaço definido e delimitado por e a partir de relações de poder, podendo ser contíguo ou fragmentado, variando de um quarteirão dominado por uma quadrilha de traficantes e/ou até um bloco constituído pelos países membros da OTAN.

OBS:O Espaço Geográfico é anterior ao Território

Ex1: pode ser desde um país, um quarteirão dominado por uma quadrilha de traficantes ou até um Bloco Econômico constituido pela União Européia.

Ex2:Também pode ser um simples elevador de serviço (pobres) x o elevador social (ricos).

Importante:
É possível existir um território sem nação?
Sim!!! Ex: Antártida

É possível existir uma nação sem território?
Sim !!! Ex: nação, povo curdo, povo basco

Exercícios de Fixação:

1) O conceito geográfico associado ao plano do cotidiano, do vivido e do indivíduo é:

a) a Região                                  b) o Lugar           c) o Território       
d) o Espaço Geográfico                e) a Paisagem

2) O conceito geográfico associado a tudo aquilo que a visão alcança e é interpretado pelo nosso conhecimento pessoal:

a) a Região                                 b) o Lugar         c) o Território                      
d) o Espaço Geográfico               e) a Paisagem

3) O conceito geográfico associado a separação de uma área do todo através de um critério por suas semelhanças:

a) a Região                                b) o Lugar          c) o Território                      
d) o Espaço Geográfico              e) a Paisagem

4) O conceito geográfico associado a uma área onde existem relações de poder e dominação no uso do espaço:

a) a Região                               b) o Lugar          c) o Território             
d) o Espaço Geográfico             e) a Paisagem

5) O conceito geográfico associado ao espaço transformado pela ação do homem e seu trabalho através de processos históricos e unidos por uma complexa rede de relações.

a) a Região                              b) o Lugar           c) o Território    
d) o Espaço Geográfico            e) a Paisagem


Bons estudo!!!



Obrigado pela visita, volte sempre.

Postagens mais visitadas deste blog

Carta de intenção Especialização: MODELOS DE CARTAS DE INTENÇÕES

A carta de intenção deve ser endereçada a coordenação do curso de especialização de interesse do candidato enfatizando os seguintes pontos: 

1) Identificação do candidato: Nome e formação universitária. 
2) Breve introdução sobre conhecimentos relacionados ao curso. 
3) Experiência acadêmica ou profissional na área de abrangência do curso, se houver. 
4) Interesse pessoal do candidato na área. 
5) Possibilidades de aproveitamento do curso em sua atuação profissional. 
6) Expectativas em relação ao curso. 

Obs.: A carta deve ser desenvolvida em no máximo 30 linhas. 

Estas regras eu não acredito que tenham que ser seguidas a risca. Vai do bom senso. 
O candidato deverá elaborar um documento, tendo no máximo duas laudas, escrito em Arial (tamanho 12) e espaço 1,5 entre as linhas >> 
A Carta de Intenção deverá conter as seguintes informações: 
1-Os motivos de ordem profissional e intelectual que o motivaram a candidatar-se, e qual a sua perspectiva com relação ao curso. 
2-Experiência acadêmica…

Planos de Aula: Educação Física de 1ª à 4ª série do ensino fundamental.

Planos de Aula
CONTEXTUALIZAÇÃO Para que se compreenda o momento atual da Educação Física é necessário considerar suas origens no contexto brasileiro, abordando as principais influências que marcaram e caracterizaram esta disciplina e os rumos que se delinearam. No passado a Educação Física esteve estreitamente vinculada às instituições militares e à classe médica. Esses vínculos foram determinantes, tanto no que diz respeito à concepção da disciplina e suas finalidades quanto ao seu campo de atuação e à forma de ser ensinada. Por suas origens militares e por seu atrelamento quase servil aos mecanismos de manutenção vigente na história brasileira, tanto a prática como a reflexão teórica no campo da Educação Física, restringiram os conceitos de corpo e movimento (fundamentos de seu trabalho) aos seus aspectos fisiológicos e técnicos. Atualmente, a análise crítica e a busca de superação dessa concepção apontam a necessidade de que, além daque…

Gêneros Orais e escritos na escola” DOLZ , J. e SCHNEUWLY, B. (resumo)

Gêneros e Progressão em Expressão Oral e Escrita. Elementos para reflexões sobre uma experiência suíça (francófona). In “Gêneros Orais e escritos na escola”DOLZ , J. e SCHNEUWLY, B.
Este livro reúne um conjunto de nove artigos de Schneuwly, Dolz e colaboradores, traduzidos e organizados por Rojo e Cordeiro, cuja análise centra-se no texto como “a base do ensino-aprendizagem de língua portuguesa.” (p.7).
1 - Apresentação: Gêneros Orais e Escritos como objetos de ensino: modo de pensar, modo de fazer. Foi na década de 1980, no Brasil, que estudos e práticas pedagógicas começaram a serem desenvolvidas tendo o texto como fundamento. De lá para cá, o texto, na maioria das vezes, vem sendo tomado como um objeto empírico através do qual se efetivam práticas de leitura, análise lingüística e produção de textos. Inserindo-se no rol de estudiosos do tema que criticam essa abordagem limitada do uso do texto, as organizadoras esclarecem que, a partir do século XXI, novas pesquisadas vêm sendo produz…