Pular para o conteúdo principal

Como fazer a Justificativa de um estudo?


 


Como fazer a Justificativa de um estudo

A  justificativa é um elemento muito importante, que serve principalmente para explicar a razão pela qual a realização do seu trabalho será ou foi relevante. Deve explicar os critérios que você utilizou para escolher o tema e formular as hipóteses. Cuidado para não tentar explicar porque você formulou as hipóteses, mas sim para exaltar a importância da escolha do tema a ser estudado. É na justificativa que o pesquisador deve apresentar o estado da arte, ou seja, o ponto no qual se encontram as pesquisas científicas sobre o tema escolhido.
Ainda seguindo o problema desenvolvido na Introdução deste trabalho
Uma das maneiras de se iniciar a justificativa pode ser:

A hipertensão arterial sistêmica é uma doença crônica que, quando não tratada e controlada adequadamente, pode levar a complicações que podem atingir outros órgãos e sistemas. Segundo alguns autores, a elevação da pressão arterial representa um fator de risco independente, linear e contínuo para doença cardiovascular. É uma doença que envolve custos médicos e sócio-econômicos elevados, decorrentes principalmente das suas complicações, tais como: doença cerebrovascular, doença arterial coronariana, insuficiência cardíaca, insuficiência renal crônica e doença vascular de extremidades.
Estudos anteriores já demonstraram que entre os fatores de risco para a hipertensão arterial estão a idade, sexo e etnia, fatores sócios-econômicos, sal em excesso, obesidade, além de outros.
Estudo observacional indica que o consumo de bebida alcoólica fora de refeições aumenta o risco de hipertensão, independentemente da quantidade de álcool ingerida.
Outros autores relatam também que o sedentarismo aumenta a incidência de hipertensão arterial.  Indivíduos sedentários apresentam risco aproximado 30% maior de desenvolver hipertensão que os ativos. O exercício aeróbio apresenta efeito hipotensor maior em indivíduos hipertensos que normotensos. O exercício resistido possui efeito hipotensor semelhante, mas menos consistente.
Após fazer esta apresentação dos diferentes fatores relacionados ao assunto escolhido que a literatura apresenta você deve então iniciar a explicação sobre a necessidade de se obter mais informações sobre o tema escolhido. Uma sugestão é finalizar a justificativa com: Em nossa experiência diária observamos que: (este é o espaço em que o autor vai explicar o que tem observado em sua atividade atual e a importância e a relevância de maiores esclarecimentos sobre o tema escolhido, bem como seus aspectos positivos e principalmente a contribuição, as vantagens e os benefícios que a pesquisa proporcionará para a coletividade). 
Um exemplo seria: “Portanto, acreditamos que uma maior compreensão da influência da atividade física na pressão arterial de pacientes segundo etnia, associada à avaliação dos fatores como idade, sexo, etc, poderá ser um instrumento para auxiliar na realização das estratégias de controle da doença”. 


fonte: http://elaboracaosimplificada.blogspot.com.br/2012/07/como-fazer-justificativa-de-um-estudo.html


QUEM SOU EU

Sanitarista com graduação em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo. Possuo curso de Especialização em hanseníase pelo Laboratório de Hanseníase - FIOCRUZ e Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Possuo Mestrado em Saúde Pública na área de Epidemiologia das Grandes Endemias pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Possuo Doutorado em Saúde Pública na área de Epidemiologia das Doenças Transmissíveis pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Atualmente sou tecnologista III da Fundação Oswaldo Cruz, atuando como gestora do Ambulatório Souza Araújo e também na orientação de alunos de cursos de graduação e pós-graduação.


Obrigado pela visita, volte sempre.

Postagens mais visitadas deste blog

Carta de intenção Especialização: MODELOS DE CARTAS DE INTENÇÕES

A carta de intenção deve ser endereçada a coordenação do curso de especialização de interesse do candidato enfatizando os seguintes pontos: 

1) Identificação do candidato: Nome e formação universitária. 
2) Breve introdução sobre conhecimentos relacionados ao curso. 
3) Experiência acadêmica ou profissional na área de abrangência do curso, se houver. 
4) Interesse pessoal do candidato na área. 
5) Possibilidades de aproveitamento do curso em sua atuação profissional. 
6) Expectativas em relação ao curso. 

Obs.: A carta deve ser desenvolvida em no máximo 30 linhas. 

Estas regras eu não acredito que tenham que ser seguidas a risca. Vai do bom senso. 
O candidato deverá elaborar um documento, tendo no máximo duas laudas, escrito em Arial (tamanho 12) e espaço 1,5 entre as linhas >> 
A Carta de Intenção deverá conter as seguintes informações: 
1-Os motivos de ordem profissional e intelectual que o motivaram a candidatar-se, e qual a sua perspectiva com relação ao curso. 
2-Experiência acadêmica…

Você sabe, o que é Apostilamento de diploma. (CNS/CES).

Gostaria de falar com os estudantes de pedagogia como eu, que existe o apostilamento de diplomas. Uma vez na aula de legislação educacional, nosso professor falou sobre o apostilamento de diplomas. Mas o que vem a ser este ato.
Apostilamento de diplomas
É o registro feito no diploma quando o aluno apresenta conclusão de estudos adicionais.
O apostilamento de estudos adicionais de cursos concluídos antes da Lei Federal n.º 7044/82, deve ser feito pela Secretaria de Estado de Educação.
O apostilamento de estudos adicionais em diplomas de cursos concluídos depois da Lei Federal n.º 7044/82, deve ser feito pela escola que ofereceu o curso.
Documentos necessários: Diploma, histórico escolar.
Endereços das Superintendências

Apostilamento de Diploma Pedagogia
Vamos dar um ex.: Você que cursou bacharelado em pedagogia, pela nova lei de diretrizes, se você passar em um concurso público para a vaga de professor não poderá assumir o cargo. Gostaria de contar um caso verídico que aconteceu comigo.
Eu part…

Planos de Aula: Educação Física de 1ª à 4ª série do ensino fundamental.

Planos de Aula
CONTEXTUALIZAÇÃO Para que se compreenda o momento atual da Educação Física é necessário considerar suas origens no contexto brasileiro, abordando as principais influências que marcaram e caracterizaram esta disciplina e os rumos que se delinearam. No passado a Educação Física esteve estreitamente vinculada às instituições militares e à classe médica. Esses vínculos foram determinantes, tanto no que diz respeito à concepção da disciplina e suas finalidades quanto ao seu campo de atuação e à forma de ser ensinada. Por suas origens militares e por seu atrelamento quase servil aos mecanismos de manutenção vigente na história brasileira, tanto a prática como a reflexão teórica no campo da Educação Física, restringiram os conceitos de corpo e movimento (fundamentos de seu trabalho) aos seus aspectos fisiológicos e técnicos. Atualmente, a análise crítica e a busca de superação dessa concepção apontam a necessidade de que, além daque…