Pular para o conteúdo principal

O app Google Sala de Aula e novas guloseimas para o professor



O app Google Sala de Aula e novas guloseimas para o professor

quarta-feira, janeiro 14, 2015 1/14/2015 05:10:00 PM




Desde que foi lançado, há seis meses, o Google Sala de Aula ajudou na preparação de mais de 30 milhões de tarefas. Se essas lições de casa tivessem sido feitas em folhas de papel ao invés do Google Docs, colocadas uma do lado da outra as folhas se estenderiam por uma distância equivalente a que existe entre Nova York e Los Angeles. Se cada tarefa demorasse apenas um minuto para ser impressa, o Sala de Aula teria salvo 57 anos gastos na espera da impressão.

O Google Sala de Aula está disponível para alunos e professores de escolas que utilizam o Google Apps para Educação. Para ajudá-los se conectarem onde quer que estejam e economizarem ainda mais tempo e papel, estamos lançando hoje o aplicativo do Google Sala de Aula para Android e iOS. Também estamos lançando dois novos recursos para ajudar os professores a se manterem organizados: a página de tarefas do professor e o arquivo de aulas.


Com o aplicativo para dispositivos móveis, alunos e professores podem:

  • Tirar fotos: na página de tarefas no aplicativo, os alunos podem tirar fotos para anexá-las a suas tarefas - pode ser um experimento que acabaram de fazer para a aula de ciências ou o desenho que fizeram de sua árvore genealógica. E se eles se esqueceram a lição de casa em casa, podem pedir para alguém em casa tirar uma foto e transformá-la em texto com o app. É claro que, se seu cachorro comeu sua lição, o Google Sala de Aula não vai poder ajudar.


  • Compartilhar a partir de outros aplicativos: os estudantes também podem facilmente anexar imagens, PDFs e páginas da web de outros aplicativos em suas lições. Por exemplo, se você estiver usando um aplicativo de desenho, você pode criar um gráfico para uma tarefa. Ao clicar na opção “compartilhar” desse aplicativo, o Sala de Aula vai aparecer como uma opção, e você pode anexar o gráfico.


  • Cache offline: mesmo quando o acesso à Internet não está disponível, os alunos e professores podem obter informações sobre suas tarefas no aplicativo do Google Sala de Aula. Os fluxos de aula e as informações contidas nas lições são automaticamente armazenadas em cache cada vez que você abrir o aplicativo com uma conexão à Internet, para que você possa vê-los mesmo quando não tiver conectado.

Screenshot_2015-01-13-20-48-10.png


Para uma melhor experiência usando o app do Sala de Aula, certifique-se de que você (ou seus alunos) também tenham os apps de Google Docs, Drive e Slides. Nós próximos meses, esperamos adicionar novos recursos no app para iOS e Android, para que os alunos e os professores possam fazer mais a partir de qualquer dispositivo móvel que eles tenham.

Página de Tarefas do Professor
Ouvimos de muitos professores a necessidade de um local para manter o controle de todo o trabalho em todas as suas classes. Na versão do Sala de Aula para desktop, estamos lançando uma página de tarefas para o professor. Os professores terão acesso rápido a qualquer tarefa, com a possibilidade de verificar quais ele já corrigiu e quantos alunos concluíram suas lições.


Arquivo de Aulas
Sabemos que as aulas não durarão para sempre. Você não quer ter que percorrer as listas de todas as aulas antigas para chegar até as quais você está lecionando agora, mas é provável que você queira acessar informações valiosas de aulas anteriores. O arquivo de uma aula vai removê-la de sua homepage e torná-la somente leitura. Os professores e alunos ainda poderão ver as classes arquivadas, mas não poderão fazer alterações ou entregar tarefas.



Esperamos que o novo app e os recursos para professores lhe poupem algum tempo e papel neste ano. Por favor, compartilhe sua opinião com a gente, e fique ligado para mais coisas novas no Google Sala de Aula.

Postado por Jorge Lugo, Engenheiro de Software do Google Sala de Aula


Obrigado pela visita, volte sempre.

Postagens mais visitadas deste blog

Carta de intenção Especialização: MODELOS DE CARTAS DE INTENÇÕES

A carta de intenção deve ser endereçada a coordenação do curso de especialização de interesse do candidato enfatizando os seguintes pontos: 

1) Identificação do candidato: Nome e formação universitária. 
2) Breve introdução sobre conhecimentos relacionados ao curso. 
3) Experiência acadêmica ou profissional na área de abrangência do curso, se houver. 
4) Interesse pessoal do candidato na área. 
5) Possibilidades de aproveitamento do curso em sua atuação profissional. 
6) Expectativas em relação ao curso. 

Obs.: A carta deve ser desenvolvida em no máximo 30 linhas. 

Estas regras eu não acredito que tenham que ser seguidas a risca. Vai do bom senso. 
O candidato deverá elaborar um documento, tendo no máximo duas laudas, escrito em Arial (tamanho 12) e espaço 1,5 entre as linhas >> 
A Carta de Intenção deverá conter as seguintes informações: 
1-Os motivos de ordem profissional e intelectual que o motivaram a candidatar-se, e qual a sua perspectiva com relação ao curso. 
2-Experiência acadêmica…

Você sabe, o que é Apostilamento de diploma. (CNS/CES).

Gostaria de falar com os estudantes de pedagogia como eu, que existe o apostilamento de diplomas. Uma vez na aula de legislação educacional, nosso professor falou sobre o apostilamento de diplomas. Mas o que vem a ser este ato.
Apostilamento de diplomas
É o registro feito no diploma quando o aluno apresenta conclusão de estudos adicionais.
O apostilamento de estudos adicionais de cursos concluídos antes da Lei Federal n.º 7044/82, deve ser feito pela Secretaria de Estado de Educação.
O apostilamento de estudos adicionais em diplomas de cursos concluídos depois da Lei Federal n.º 7044/82, deve ser feito pela escola que ofereceu o curso.
Documentos necessários: Diploma, histórico escolar.
Endereços das Superintendências

Apostilamento de Diploma Pedagogia
Vamos dar um ex.: Você que cursou bacharelado em pedagogia, pela nova lei de diretrizes, se você passar em um concurso público para a vaga de professor não poderá assumir o cargo. Gostaria de contar um caso verídico que aconteceu comigo.
Eu part…

Planos de Aula: Educação Física de 1ª à 4ª série do ensino fundamental.

Planos de Aula
CONTEXTUALIZAÇÃO Para que se compreenda o momento atual da Educação Física é necessário considerar suas origens no contexto brasileiro, abordando as principais influências que marcaram e caracterizaram esta disciplina e os rumos que se delinearam. No passado a Educação Física esteve estreitamente vinculada às instituições militares e à classe médica. Esses vínculos foram determinantes, tanto no que diz respeito à concepção da disciplina e suas finalidades quanto ao seu campo de atuação e à forma de ser ensinada. Por suas origens militares e por seu atrelamento quase servil aos mecanismos de manutenção vigente na história brasileira, tanto a prática como a reflexão teórica no campo da Educação Física, restringiram os conceitos de corpo e movimento (fundamentos de seu trabalho) aos seus aspectos fisiológicos e técnicos. Atualmente, a análise crítica e a busca de superação dessa concepção apontam a necessidade de que, além daque…