quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Série palavras e expressões pitorescas: PROTOCOLO

Protocolo: Do grego protókollon, primeira folha colada a rolos de papiro, na qual se fazia um sumário do manuscrito.
No período clássico do direito romano, a prova processual não estava submetida a formalidades, cabendo ao juiz lhe dar a fé eventualmente merecida. Todavia, os documentos públicos constituíam prova absoluta, de aceitação obrigatória. Tais documentos - manuscritos - eram elaborados por juízes ou tabeliães (tabelliones vel notarii) e, para terem validade, na presença de trê testemunhas que o firmaram, bem assim as partes e o tabelião. Ora, quando um documento público era levado de Roma para Constantinopla exigia-se além das formalidades de praxe, para evitar fraudes, que trouxesse um selo oficial na primeira página (protos), colado pelo próprio tabelião(collan), sendo esta também colada ao manuscrito.
Documento comprobatório de uma declarão de vontade. Recibo: o "protocolo que recebi, comprova que paquei a taxa de incrição do concurso que prestarei". Livro de registro. Cerimonial, formalidade, regra de etiqueta: " O Presidente rompeu o protocolo e apertou a mão aos populares".



fonte:
Extraído do Livro Etimologias e Expressões Pitorescas: Marcus Claudio Acquaviva, Ed. Ícone
página 84.

Obrigado pela visita, volte sempre. pegue a sua no TemplatesdaLua.com