Pular para o conteúdo principal

Acadêmica Nélida Piñon recebe em Washington o Prêmio Cátedra Enrique Iglesias de Cultura e Desenvolvimento

Acadêmica Nélida Piñon recebe em Washington o Prêmio Cátedra Enrique Iglesias de Cultura e Desenvolvimento

A Acadêmica Nélida Piñon, ocupante da Cadeira nº 30 da Academia Brasileira de Letras, recebeu, na quinta-feira, dia 5 de dezembro, em Washington, o Prêmio Cátedra Enrique Iglesias de Cultura e Desenvolvimento, outorgado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e considerado a mais alta distinção da organização no âmbito cultural. Na oportunidade, afirmou que “a fusão étnica ocorrida na América, independentemente de raças, fez florescer os signos de uma cultura oriunda das fundações míticas dos ameríndios, das utopias expansionistas europeias, dos embates ocorridos entre as expressões autóctones e estrangeiras”.
A escritora reconheceu na cultura “a maravilhosa” qualidade de poder impregnar-se, através dela, “de tudo o que é humano”, mas acredita que a sociedade atual está “regida por preconceitos” que limitam a capacidade de observação. Nélida Piñon é o primeiro escritor de língua portuguesa e a primeira mulher a receber o prêmio. A Acadêmica começou seu discurso de agradecimento, elogiando o ecumenismo linguístico do Brasil, refletido na figura do jesuíta José de Anchieta, que chegou ao Brasil em 1549 e se converteu no primeiro escritor brasileiro e autor da primeira gramática guarani. “Lançou as bases do ecumenismo ao anunciar a futura propensão sincrética do povo brasileiro”.
Nélida Piñon afirmou, ainda, que a cultura ibero-americana, herdeira de “dois poderosos idiomas como o português e o espanhol”, ainda guarda muitos enigmas do período do descobrimento, mistérios que, segundo a escritora, não têm motivo para serem revelados, “mas que são, sem dúvida, parte de sua essência e enriquecimento”. No entanto, também advertiu que as influências entre alguns povos e outros nem sempre são detectadas, “e nem sequer admitidas”.
“Porque não convém a quem influencia nem a quem é influenciado. Vivemos regidos pelos preconceitos, por isso não nos permitimos olhar de uma maneira mais próxima o que de verdade impulsionou nossas realidades”, afirmou a escritora, que defende a ambiguidade como “matéria-prima da arte”. Logo depois do discurso de Nélida Piñon, o Presidente do Banco, Luis Alberto Moreno, afirmou que “com este reconhecimento, o BID louva o destacado e notável trabalho da escritora em favor da cultura e da mulher, assim como os brilhantes resultados obtidos por ela na sua trajetória em benefício das artes”.
Veja também

http://www.blogger.com/blogger.g?blogID=1765492489602199179#editor/target=post;postID=3546883598880130621
Obrigado pela visita, volte sempre.

Postagens mais visitadas deste blog

Carta de intenção Especialização: MODELOS DE CARTAS DE INTENÇÕES

A carta de intenção deve ser endereçada a coordenação do curso de especialização de interesse do candidato enfatizando os seguintes pontos: 

1) Identificação do candidato: Nome e formação universitária. 
2) Breve introdução sobre conhecimentos relacionados ao curso. 
3) Experiência acadêmica ou profissional na área de abrangência do curso, se houver. 
4) Interesse pessoal do candidato na área. 
5) Possibilidades de aproveitamento do curso em sua atuação profissional. 
6) Expectativas em relação ao curso. 

Obs.: A carta deve ser desenvolvida em no máximo 30 linhas. 

Estas regras eu não acredito que tenham que ser seguidas a risca. Vai do bom senso. 
O candidato deverá elaborar um documento, tendo no máximo duas laudas, escrito em Arial (tamanho 12) e espaço 1,5 entre as linhas >> 
A Carta de Intenção deverá conter as seguintes informações: 
1-Os motivos de ordem profissional e intelectual que o motivaram a candidatar-se, e qual a sua perspectiva com relação ao curso. 
2-Experiência acadêmica…

Você sabe, o que é Apostilamento de diploma. (CNS/CES).

Gostaria de falar com os estudantes de pedagogia como eu, que existe o apostilamento de diplomas. Uma vez na aula de legislação educacional, nosso professor falou sobre o apostilamento de diplomas. Mas o que vem a ser este ato.
Apostilamento de diplomas
É o registro feito no diploma quando o aluno apresenta conclusão de estudos adicionais.
O apostilamento de estudos adicionais de cursos concluídos antes da Lei Federal n.º 7044/82, deve ser feito pela Secretaria de Estado de Educação.
O apostilamento de estudos adicionais em diplomas de cursos concluídos depois da Lei Federal n.º 7044/82, deve ser feito pela escola que ofereceu o curso.
Documentos necessários: Diploma, histórico escolar.
Endereços das Superintendências

Apostilamento de Diploma Pedagogia
Vamos dar um ex.: Você que cursou bacharelado em pedagogia, pela nova lei de diretrizes, se você passar em um concurso público para a vaga de professor não poderá assumir o cargo. Gostaria de contar um caso verídico que aconteceu comigo.
Eu part…

Planos de Aula: Educação Física de 1ª à 4ª série do ensino fundamental.

Planos de Aula
CONTEXTUALIZAÇÃO Para que se compreenda o momento atual da Educação Física é necessário considerar suas origens no contexto brasileiro, abordando as principais influências que marcaram e caracterizaram esta disciplina e os rumos que se delinearam. No passado a Educação Física esteve estreitamente vinculada às instituições militares e à classe médica. Esses vínculos foram determinantes, tanto no que diz respeito à concepção da disciplina e suas finalidades quanto ao seu campo de atuação e à forma de ser ensinada. Por suas origens militares e por seu atrelamento quase servil aos mecanismos de manutenção vigente na história brasileira, tanto a prática como a reflexão teórica no campo da Educação Física, restringiram os conceitos de corpo e movimento (fundamentos de seu trabalho) aos seus aspectos fisiológicos e técnicos. Atualmente, a análise crítica e a busca de superação dessa concepção apontam a necessidade de que, além daque…