Pular para o conteúdo principal

Fichamento: como fazer e modelo

Fichamento: como fazer e modelo



Como já falei aqui no blog, um dia fui estudante do curso de Pedagogia e, nos primeiros períodos, senti dificuldade na execução de algumas tarefas. Por isso, sei que as vezes realizar alguns trabalhos como fichamentos, resenhas, artigos etc., não é tão fácil, principalmente para os alunos que estão iniciando o curso, e não tiveram esse tipo de prática no Ensino Médio. Outro ponto é que normalmente não encontramos orientações muito precisas e modelos para orientar melhor nosso trabalho na internet e para piorar os nossos professores apenas solicitam o trabalho sem ter certeza que já dominamos as normas técnicas para executá-los (Estou contando alguma novidade?rsrsrsrs...Sabemos que não!).
Então, em postagens anteriores disponibilizei relatórios de estágio e de práticas pedagógicas. Agora, vou postar como fazer fichamentos (o bibliográfico e o de leitura), artigos, resenhas e esquemas (você poderá encontrar alguns modelos já disponibilizados aqui no blog), e os linkspara baixar modelos em PDF. 
Então, vamos começar o trabalho...



FICHAMENTO

Existem dois tipos de fichamento (algumas fontes classificam em três tipos, mas vou falar de dois):
1. Bibliográfico, ou descritivo, ou simples, ou de citações;
2. De leitura, ou de resumo, ou de conteúdo.

Então, a primeira coisa é saber qual o tipo de fichamento seu professor quer, para não correr o risco de você fazer um de citação, por exemplo, e ele cobrar seus comentários, porque queria um de resumo!


1. Fichamento Bibliográfico                                                                                  

O fichamento bibliográfico é o mais simples, onde selecionamos as frases que consideramos mais importantes no texto (e que tenham sentido) e destacamos na ficha ou folha de papel.

Cuidado 1: Você pode citar apenas pedaços de frases, mas deve ter cuidado para suas frases não perderem o sentido. ;-)
Exemplo:

Frase completa: "Aos poucos, ao adquirir mais experiência, cada pesquisador define que tipo de organização é mais adequada para o seu campo de pesquisa e para a sua forma de trabalho" (p.19).

Citação de parte da frase: "Aos poucos, [...], cada pesquisador define [...] organização [...] mais adequada [...] para a sua forma de trabalho" (p.19).

Isso é só um exemplo para que você tenha idéia do que estou falando, e nesse caso, as reticências dentro dos colchetes "[...]" fazem muita diferença, pois, destaca no seu trabalho que você selecionou partes de determinada citação.


Cuidado 2: Você deve colocar a citação conforme está no texto original, sem mudar uma vírgula sequer de posição, e ao final colocar sempre a página onde estava o texto original!


Cuidado 3: :Discuta com seu professor se ele prefere o trabalho em fichas ou no próprio A4. Alguns professores não fazem questão do uso da ficha, mas em todo caso, é bom checar antes de fazer alguma aquisição desnecessária. ;-)


Lembre-se sempre que esse tipo de fichamento é um recurso normalmente utilizado pelos professores para incentivar a leitura e para ter certeza que ela foi feita, pois, infelizmente muitos acadêmicos ainda não tem a devida consciência de como é imprescindível a prática da leitura nos cursos de formação de professores! Esse tipo de fichamento ajuda na pré-leitura; é uma primeira aproximação com o assunto investigado e sua utilização pode ser muito útil em pesquisas futuras! :-)


E por fim, como organizar um Fichamento Bibliográfico em A4: Veja meu exemplo no link:
http://www.scribd.com/doc/35892951/Modelo-de-fichamento-simples-Assunto-Didatica


2. Fichamento de Leitura                                                                                    




O fichamento de leitura é mais elaborado que o de citação, por exigir uma leitura mais crítica. 
Esse tipo de fichamento é organizado em duas partes:


>> Destacar algumas citações do autor (as mais relevantes);
>> Considerações pessoais onde você fará um resumo das idéias do autor (escrever o que compreendeu sobre o texto) levando em consideração as citações que você destacou. Seria uma explicação das citações que você colocou inicialmente com uma interpretação do texto, uma reconstrução, onde você pode expressar parcialmente uma opinião a respeito da idéia (para isso é bom que você possua mais leituras a respeito do tema).

Veja o modelo de um fichamento de leitura no link (uma folha a4 dividida em duas partes para ficar em tamanho de ficha): http://www.scribd.com/doc/35900777/Fichamento-de-Leitura-politicas-Publicas

fonte http://amigadapedagogia.blogspot.com.br/2010/08/fichamento-como-fazer-e-modelo.html



Obrigado pela visita, volte sempre.

Postagens mais visitadas deste blog

Carta de intenção Especialização: MODELOS DE CARTAS DE INTENÇÕES

A carta de intenção deve ser endereçada a coordenação do curso de especialização de interesse do candidato enfatizando os seguintes pontos: 

1) Identificação do candidato: Nome e formação universitária. 
2) Breve introdução sobre conhecimentos relacionados ao curso. 
3) Experiência acadêmica ou profissional na área de abrangência do curso, se houver. 
4) Interesse pessoal do candidato na área. 
5) Possibilidades de aproveitamento do curso em sua atuação profissional. 
6) Expectativas em relação ao curso. 

Obs.: A carta deve ser desenvolvida em no máximo 30 linhas. 

Estas regras eu não acredito que tenham que ser seguidas a risca. Vai do bom senso. 
O candidato deverá elaborar um documento, tendo no máximo duas laudas, escrito em Arial (tamanho 12) e espaço 1,5 entre as linhas >> 
A Carta de Intenção deverá conter as seguintes informações: 
1-Os motivos de ordem profissional e intelectual que o motivaram a candidatar-se, e qual a sua perspectiva com relação ao curso. 
2-Experiência acadêmica…

Você sabe, o que é Apostilamento de diploma. (CNS/CES).

Gostaria de falar com os estudantes de pedagogia como eu, que existe o apostilamento de diplomas. Uma vez na aula de legislação educacional, nosso professor falou sobre o apostilamento de diplomas. Mas o que vem a ser este ato.
Apostilamento de diplomas
É o registro feito no diploma quando o aluno apresenta conclusão de estudos adicionais.
O apostilamento de estudos adicionais de cursos concluídos antes da Lei Federal n.º 7044/82, deve ser feito pela Secretaria de Estado de Educação.
O apostilamento de estudos adicionais em diplomas de cursos concluídos depois da Lei Federal n.º 7044/82, deve ser feito pela escola que ofereceu o curso.
Documentos necessários: Diploma, histórico escolar.
Endereços das Superintendências

Apostilamento de Diploma Pedagogia
Vamos dar um ex.: Você que cursou bacharelado em pedagogia, pela nova lei de diretrizes, se você passar em um concurso público para a vaga de professor não poderá assumir o cargo. Gostaria de contar um caso verídico que aconteceu comigo.
Eu part…

Planos de Aula: Educação Física de 1ª à 4ª série do ensino fundamental.

Planos de Aula
CONTEXTUALIZAÇÃO Para que se compreenda o momento atual da Educação Física é necessário considerar suas origens no contexto brasileiro, abordando as principais influências que marcaram e caracterizaram esta disciplina e os rumos que se delinearam. No passado a Educação Física esteve estreitamente vinculada às instituições militares e à classe médica. Esses vínculos foram determinantes, tanto no que diz respeito à concepção da disciplina e suas finalidades quanto ao seu campo de atuação e à forma de ser ensinada. Por suas origens militares e por seu atrelamento quase servil aos mecanismos de manutenção vigente na história brasileira, tanto a prática como a reflexão teórica no campo da Educação Física, restringiram os conceitos de corpo e movimento (fundamentos de seu trabalho) aos seus aspectos fisiológicos e técnicos. Atualmente, a análise crítica e a busca de superação dessa concepção apontam a necessidade de que, além daque…