quarta-feira, 3 de abril de 2013

Agressão a motorista teria provocado queda de ônibus que matou sete no Rio Luiz Prisco Renata Mariz - -


Agressão a motorista teria provocado queda de ônibus que matou sete no Rio

Publicação: 03/04/2013 07:25 Atualização: 03/04/2013 07:31
Uma multidão de curiosos se aglomerou para ver o ônibus tombado, atrapalhando o trabalho dos bombeiros (Vanderlei Almeida / AFP)
Uma multidão de curiosos se aglomerou para ver o ônibus tombado, atrapalhando o trabalho dos bombeiros

Pelo menos sete pessoas morreram e 11 ficaram feridas, a maioria gravemente,em um acidente com o ônibus da linha 328, que caiu do Viaduto Brigadeiro Trompowski — de acesso às ilhas do Fundão e do Governador (Zona Norte)—sobre a Avenida Brasil,a mais movimentada do Rio de Janeiro e principal via de ligação do subúrbio como Centro. Segundo informações prestadas no local do desastre por sobreviventes e testemunhas,uma discussão entre o motorista do coletivo e um passageiro antecedeu a queda de uma altura de 10 metros. O passageiro, irritado por não ter conseguido descer no ponto desejado, teria pulado a roleta e desferido um chute no motorista, que perdeu o controle do veículo. As circunstâncias do acidente ainda serão apuradas.


Entre os mortos, cinco são homens entre 36 e 41 anos. Uma mulher de 62 anos e uma que ainda não havia sido identificada até o fechamento desta edição completam a lista de mortos. Os hospitais Miguel Couto, de Bonsucesso, Souza Aguiar, Sacaruna e Getúlio Vargas receberam os feridos na tragédia. Há, pelo menos, dois politraumatizados. Uma adolescente de 17anos quebrou a clavícula e sofreu traumatismo craniano leve. Uma menina de 7 anos foi levada para o centro de tomografia do Hospital Federal de Bonsucesso.

Os feridos foram resgatados de helicóptero pela equipe do Corpo de Bombeiros, mobilizada logo depois da tragédia. Segundo o comandante da corporação, Sérgio Simões, cerca de 50 homens atuaram no atendimento às vítimas. No início da noite, o ônibus foi desvirado com a ajuda de máquinas. Funcionários da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) retiraram os destroços da via. O trânsito no sentido Centro foi bloqueado. Nos dois sentidos da via expressa foram formados grandes engarrafamentos.

VISTORIA EM DIA Segundo a assessoria da Secretaria municipal de Transportes,o ônibus da empresa Paranapuan pertencente ao consórcio Internorte estava com a documentação em dia e apresentava bom estado de conservação. A última inspeção pela qual o veículo passou foi em 3 de setembro de 2012. As vistorias têm validade de um ano. A Transportes Paranapuan é uma das empresas de transporte mais antigas do Rio, fundada em 1950. Tem 700 empregados e uma frota de 213 ônibus. Otacílio Monteiro, vice-presidente do Sindicato Rio Ônibus, ao qual a Paranapuan é ligada, disse não saber se motoristas de ônibus do município recebem treinamento de como se comportar em caso de discussão ou agressão praticadas por passageiros e lembrou que os coletivos são equipados com câmeras de segurança que podem ajudar a esclarecer o que ocorreu antes do acidente.


http://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2013/04/03/interna_nacional,366653/agressao-a-motorista-teria-provocado-queda-de-onibus-que-matou-sete-no-rio.shtml

Obrigado pela visita, volte sempre.
  pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Pragmatismo e Utilitarismo